Restrições faz associação de músicos de Açailândia se reunirem .

Compartilhe nossas notícias

Nesta noite de quinta feira 18 de fevereiro no teatro da secretaria de cultura , os músicos de Açailândia se reuniram para tratar de assuntos pertinentes ao não funcionamento dos locais de eventos aonde eles se apresentam .

A presidente Ana Monteiro abriu a sessão com agradecimentos aos músicos da cidade que compareceram em grande número e na oportunidade relembrou as ações já movimentadas pela diretoria que promete defender os interesses da classe musical .

Esteve presente o secretário de cultura Chico Cruz, que foi questionado sobre o recurso federal para os artistas e tabem sobre a paralização , e fez as seguintes explicações :

(Em relação aos recursos federais a cultura o dinheiro segue parado aqui mais não podemos mexer por conseguencia de um decreto que proibe .)

Uma parte desse recuso foi ultilizado na pandemia e o restante maizomenos 50% segue em conta .

Como usar esse recurso ?

precisaria de algum deputado federal colocar em pauta e votação para que esse recurso seja usado para os músicos na segunda onda da covid 19 .

Em relação a paralização o secretário disse que conversou com a promotora de justiça Glauce malheiros ,que disse a ele que nunca será contra o trabalho dos músicos , mais sim também é de obrigação do MP a preservação da integridade física das pessoas no local por conta da pandemia

Disse tabem que semana que vem os locais autorizados com licenças faltam a trabalhar com 150 pessoas e que teria recomendado ao meio ambiente que neste fim de semana não desse licença para ninguém pra questão dos hospitais com números alterados de paciente .

No final da reunião contou também com a presença do vereador cleones (quel ) que após responder algumas perguntas deu se por encerrada a reunião .

Ao final todos de joelhos no chão rezaram o pai nosso .

Parabéns aos músicos de Açailândia que deus abençoe essa associação

Escrito por Alex Carvalho .


Compartilhe nossas notícias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *